Xô estrias!

A correria do cotidiano acaba sendo uma grande vilã quando o assunto é cuidar de si mesma. Nem sempre é possível fazer as refeições corretamente e, não raro, apelamos para o fast food no lugar de um prato colorido e saudável. Pra completar, ao longo do dia, bate aquela fome e lá se vão algumas besteirinhas como ?lanchinhos?. Em pouco tempo, o estrago está feito. O resultado não poderia ser outro que o ganho de peso e, com ele, as temidas estrias.

 

Às vezes, seguir um cardápio adequado pode parecer uma missão quase impossível, mas desistir não é a solução. O jeito é recorrer às alternativas que evitem o aparecimento das fissuras, sejam elas brancas ou vermelhas, provocando desconforto na hora de vestir alguma peça que as deixem à mostra.

Xô estrias!

Uma boa saída é investir na prevenção. Além de manter o peso, é importante hidratar a pele adequadamente. Cremes a base de uréia, lactato de amônio, óleos (especialmente de semente de uva, amêndoas ou rosa mosqueta), ácido hialurônico e complexos antielastase são ótimas opções. Tais fórmulas ajudam manter o colágeno e a elastina em atividade. Ou seja, fazem com que a pele não sofra estresse ao expandir.

 

As estrias são cicatrizes que se formam quando ocorre uma hiperextensão da pele por conta de gravidez, aumento de peso, uso de anabolizantes, fatores hormonais, entre outros. O que acontece é a destruição de fibras elásticas e colágenas. Daí a influência de produtos que possam manter a saúde da epiderme.

 

Quando são rosadas, avermelhadas ou arroxeadas costumam ser mais recentes. Ganham esta coloração porque a pele se machuca ao esticar. Podem apresentar coceiras e inflamação no local. A boa notícia é que este é o estágio mais fácil de tratar. O peeling para estrias pode ser uma ótima alternativa. Ele é um processo que remove a camada superficial da pele, proporcionando a renovação celular. Isso contribui na formação de colágeno e consequentemente melhora o problema.

 

Outra opção é a Microdermoabrasão. Conhecida também como peeling de cristal, esta técnica promove uma esfoliação profunda, estimulando o colágeno e trazendo mais firmeza ao local. Ela remove marcas e dá um melhor aspecto à área desejada.

 

Já as branquinhas, são um pouco mais difíceis de eliminar. Por ser antiga, a atrofia das fibras já ocorreu de maneira mais intensa e não há mais processo inflamatório nelas. Contudo, a tecnologia pode nos dar uma mãozinha para vivermos longe delas. O Laser Fracionado é a grande prova disso. Através do laser Erbium fracionado que penetram na pele, o aparelho é capaz reconstruir as fibras e estimular a produção de colágeno, proporcionando a formação de um novo tecido e diminuindo a profundidade, largura e comprimento da estria.

 

É importante ressaltar que este tratamento envolve alguns cuidados no local tratado, como o uso de água termal, soro fisiológico ou água gelada e é imprescindível o uso de protetor solar. Também é normal a ocorrência de descamação ou a formação de ?casquinhas?. Com o passar dos dias, elas vão desaparecer e dar lugar a uma pele renovada, com melhoria das estrias ou, no mínimo, com as marcas amenizadas, deixando o seu corpo mais bonito e você muito mais satisfeita.

New Call-to-action