Os benefícios dos óleos

Muitas mulheres acreditam que óleos e gorduras precisam ser cortados do cardápio por acharem que eles fazem mal para a saúde. No entanto, as gorduras são fundamentais para a formação das membranas das células e hormônios, além de fornecerem energia e ácidos graxos e ajudarem na absorção das vitaminas lipossolúveis, como A, D, E e K. ???O ideal é que os óleos sejam usados para refogar e assar alimentos ou regar saladas. E claro, com parcimônia: desde o óleo de soja comum até o pouco convencional de amêndoa doce, todos têm a mesma quantidade de calorias, 9 por grama. Logo, 1 colher de sopa tem 90 calorias.

No entanto, alguns óleos, por incrível que pareça, ajudam a secar a barriga. Um deles é o azeite de oliva. Um estudo realizado pela Associação Americana de Diabete mostrou que o virgem ou o extravirgem diminuem o depósito de gordura na linha do abdômen.

Já o óleo de coco, tem ação termogênica, que acelera a queima de gordura. Além disso, todas as versões extraídas de sementes ou de frutas oleaginosas ? como linhaça, gergelim e castanha-do-pará ? ajudam a regular hormônios, o que previne o depósito de gordura por toda parte. ??Para obter esses benefícios, não é preciso muito: o consumo de 1 ou 2 colheres de chá por dia é suficiente.
Amêndoa doce?Um velho conhecido das grávidas, o óleo de amêndoa doce é utilizado na pele para evitar as estrias quando a barriga estica. Rico em vitamina E, ele combate os radicais livres e possui fósforo, ferro e vitaminas do complexo B. ??Gergelim ?Conhecido também como óleo de sésamo, o gergelim fornece uma grande quantidade de ômega 6 e ômega 9, protetores do coração, além de ser ótima fonte de vitamina E e ajudar no tratamento de gastrite, úlcera e afta.

Soja
A soja contém fitoesterois, que reduzem o colesterol, isoflavonas, que previnem arterosclerose, e terpenoides, que têm ação contra os radicais livres.

Azeite de oliva
O extravirgem tem maior quantidade de antioxidantes, que retardam o envelhecimento e protegem contra o câncer. Já o virgem diminui o depósito de gorduras no abdômen.
Linhaça
Rica em substâncias chamadas lignanas, a linhaça dá uma força ao coração, além de atuar sobre o metabolismo do estrogênio e da progesterona, prevenindo câncer de mama. O óleo fortalece ainda o sistema imunológico e nervoso.

Milho
O milho é rico em ômega 3 e 6, que aumentam a fluidez sanguínea e reduzem o colesterol. Contém vitamina E, antioxidante, e vitamina A, que protege contra problemas de visão.

Girassol
O óleo de girassol é rico nas vitaminas E, inimiga dos radicais livres, e K, que melhora a coagulação e mantém a saúde dos ossos.
Castanha-do-pará
Em termos nutricionais, é o melhor dos óleos. Contém um teor substancial de proteínas, lipídios e vitaminas, como a E. Seu grande trunfo é o selênio, um mineral que reduz o risco de câncer e protege o coração.

Coco
Tem ação termogênica, que ajuda a queimar calorias. Graças ao alto teor de gorduras monoinsaturadas, protege o coração, reduzindo os níveis do chamado colesterol ruim. Turbina a imunidade e melhora a flora intestinal.