Os benefícios da drenagem linfática para melhora da celulite

Por Natália Gonçalves Cardoso

 

A Celulite é um nome popular dado para a lipodistrofia gelóide, que é uma desordem metabólica do tecido, ou seja, através de fatores como o sedentarismo, tabagismo, liberação de hormônios, entre outros, as células de gordura presentes em locais como posterior de coxa, glúteo e abdômen começam a aumentar em tamanho e em quantidade, comprimindo os vasos sanguíneos e linfáticos causando edema, que é o acúmulo de líquido da região.

 

Para se defender, o corpo libera fibras de colágeno para encapsular a área afetada, como se estivesse colocando aquele lugar em quarentena. Estas fibras se aderem à pele para fixação, causando a ondulação da pele, característica mercante da celulite.

 

Existem três graus de celulite: a celulite grau I (que é vista somente quando a pessoa contrai o glúteo), a celulite grau II (onde já se podem ver alguns ?buraquinhos? na região e sentem-se alguns nódulos na palpação) e a celulite grau III (onde o comprometimento é muito grande, existem muitas elevações e presença de dor na região).

 

O sistema linfático é uma rede de vasos que percorrem todo o nosso corpo. Ele é responsável por coletar a linfa, líquido que fica entre as células do organismo mantendo a comunicação entre uma célula e outra e recebendo as toxinas liberadas pelas células. A linfa é mandada para os gânglios linfáticos (que funcionam como uma espécie de ralo, escoando a linfa e separando o que é bom e ruim). Este sistema não tem um órgão bombeador (como o coração e os vasos sanguíneos), por isso é lento e precisa de um ?impulso? para funcionar melhor.

 

A drenagem linfática possui diversas aplicações no campo da estética e é um método de massagem altamente especializado, com manobras lentas e superficiais que seguem o sentido da linfa. O objetivo é aprimorar as funções do sistema linfático, promovendo a redução de edema, a remoção do excesso de fluído intersticial e a eliminação de toxinas.

 

Por isso a drenagem linfática é amplamente utilizada no tratamento da celulite, pois as manobras da massagem direcionam o líquido intersticial para os gânglios linfáticos, eliminando o edema presente no local da celulite.

 

Através do estímulo do sistema linfático, há o aumento da circulação sanguínea, levando mais nutrientes e oxigênio para as células de todo o corpo, fazendo-as funcionar melhor. Melhorando o funcionamento das células de gordura, estas começam a equilibrar o seu metabolismo, diminuindo de tamanho. Com maior espaço, o sistema linfático e sanguíneo funcionam melhor, diminuindo o edema.

 

Por isso, dentre os tratamentos de combate a celulite, a drenagem linfática manual é a mais indicada e utilizada, melhorando o tecido celulítico e reduzindo o inchaço da região. Além de que, a drenagem linfática torna as funções do organismo mais eficazes, melhorando a qualidade de vida.