Maus-hábitos que detonam o seu corpo

Ser magra é o desejo da grande maioria das mulheres. Para isso, tentamos de tudo: dieta da proteína, dieta da luz, dieta do abacaxi, etc. Tudo isso aliado a um arsenal de cremes ?milagrosos? que prometem uma verdadeira transformação no shape. Mas, o resultado é sempre o mesmo: dificilmente alcançamos o nosso objetivo. E nem sempre o problema está nas ferramentas que utilizamos na conquista do corpo que desejamos, mas, em hábitos, que, sem querer, estão nos prejudicando.

 

maus_habitos

Confira os costumes que nos sabotam e não percebemos, e saiba como substituí-los por opções que te façam bem!

 

Comer rapidamente ou por ansiedade

Quem se alimenta depressa não mastiga corretamente, o que pode causar estufamento e até doenças como a gastrite. Essa pessoa está propensa a ingerir mais que o necessário, pois o cérebro demora a entender que está satisfeito. A ansiedade acarreta não só a comer rápido, como ainda, abusar de opções mais calóricas, que facilmente viram gordura localizada na cintura, por exemplo.

 

Mudança: leve pequenas porções à boca e mastigue lentamente os alimentos, sem mastigar direito o estomago e o intestino são sobrecarregados, e tem dificuldade para absorver os nutrientes e a produzir minerais essenciais como o zinco. E não faça da comida uma válvula de escape para os seus problemas!

 

Comer muito sal e produtos industrializados

Usá-lo em excesso pode ser prejudicial à saúde, pois ele retém o líquido do corpo, aumentando a pressão arterial e gerando diversos problemas no coração, rins e outros órgãos, além de provocar a sensação de inchaço.

 

Mudança: reduza o sal das refeições, utilizando temperos naturais como alho, cebola e ervas. Evite produtos industrializados, pois eles contêm uma alta concentração de sódio. E beba muita água para se hidratar e eliminar as toxinas pela urina.

 

Preguiça

O sedentarismo é uma das principais causas da obesidade. E não estamos falando apenas da falta de exercícios físicos: pegar o carro até para ir à padaria, reclamar da falta de tempo, escada ? só se for rolante são típicas atitudes de quem não se movimenta muito.

 

Mudança: simples ações podem fazer toda a diferença, como trocar o elevador pelas escadas; ir de bicicleta ao trabalho; descer um ponto antes do seu e fazer o resto do trajeto a pé. Ou, pratique uma atividade que te dê prazer para que não haja desculpas para faltar. Mexer-se ajuda na redução do inchaço, no controle do peso, evitando o efeito sanfona e consequências como estrias na barriga, pernas e braços. De quebra, ainda te deixa de bom humor!

 

Clique e agende sua consultoria estética gratuita

Dormir pouco

Quem dorme mal propicia o surgimento de uma série de doenças como problemas cardíacos e vasculares. Além disso, tem a tendência de aumentar as taxas de gordura e açúcar no sangue e engordar.

 

Mudança: criar rituais para ir para cama, como meditar ou orar, ajudam a criar a consciência de que é hora de descansar. Uma xícara de leite morno ou uma xícara de chá relaxante também. TV ou livros podem ser as razões para dormir tarde. Para quem tem insônia, evite forçar-se a adormecer. Levante e ocupe-se com algo até que o sono apareça.

 

Roupas apertadas

Embora estejam em alta, os trajes justos podem desencadear dores nas costas, dificuldade de digestão e até de respiração. Vale ressaltar ainda, os danos à circulação pela compressão que a roupa faz sobre o corpo. O resultado disso pode ser o aparecimento de varizes e o agravamento das celulites, pois comprimem os vasos, interferindo no que já está comprometido.

 

Mudança: avalie seu vestuário e veja se as peças estão apertadas demais. Além de causar incômodos, peças coladas demais podem estragar o visual. Acrescente alternativas mais soltinhas, ganhe mais variedade de looks e uma ajudinha extra no combate àqueles furinhos na pele. 

New Call-to-action