Fim de ano: a ceia natalina

Carregado de simbologia, o Natal é uma data em que a gastronomia ganha toques especiais. A ceia de Natal, por exemplo, envolve muitas tradições familiares ? algumas famílias têm suas próprias receitas ?secretas?, outras comem apenas os pratos natalinos tradicionais, como peru ou chester.

O banquete natalino varia conforme a região do Brasil, do sul ao nordeste, adaptando os pratos tradicionais de suas terras com os

alimentos típicos oferecidos na data especial. A rabanada e o bolinho de bacalhau, por exemplo, foram incorporados em diversas ceias brasileiras, assim como os famosos assados, como peru, pernil, leitão, lombo e doces diversos.

Cada país também preserva costumes variados em relação a ceia de Natal. Vem dos americanos a tradição do peru. Nozes, castanhas, amêndoas e avelãs são costumes europeus, que também preenchem as mesas brasileiras. Quanto aos presentes, a história mostra que na Roma antiga o ato de presentear amigos e entes queridos era uma forma de desejar boa sorte.

Seja como for, o ideal é que a ceia natalina seja recheada de quitutes deliciosos e ao mesmo tempo nutritivos. Mas atenção, é sempre bom ficar de olho nas calorias para não abusar e ganhar alguns quilinhos a mais nessa época do ano.