Conheça os mitos e verdades sobre as estrias

Se a celulite é o vilão número 1 da mulherada, provavelmente as estrias vêm logo em seguida! E não faltam receitas e teorias para lidar com elas. Mas, afinal, você sabe como tratá-las ou evitá-las? Desvendamos alguns mitos e verdades a respeito do assunto.

sem_estrias

?Estrias são aquelas listras que aparecem quando a pele estica.?

VERDADE. As estrias são uma espécie de cicatriz que se forma quando há uma hiperextensão na pele. As fibras de colágeno e elastina são rompidas devido ao ganho de peso, gravidez, crescimento acelerado, ganho de músculos, colocação de prótese de silicone, entre outros.

 

 

?Estrias vermelhas são mais fáceis de tratar.?

VERDADE. Quando possuem coloração avermelhada ou rosada costumam ser mais recentes. O tecido, embora tenha sido rompido, ainda apresenta fibras elásticas, o que possibilita reverter o quadro com êxito através de metodologias que estimulem a renovação celular e a produção de colágeno.


?É possível eliminar estrias antigas com cremes caseiros.?

MITO. Infelizmente, ainda não é possível exterminá-las para sempre, nem com cremes caseiros, nem com a alta tecnologia. Isso porque, após a quebra dos filamentos, o local não possui mais materiais de regeneração e inicia o processo de fibrose. No entanto, é VERDADE que existem tratamentos contra estrias que oferecem resultados bastante satisfatórios, suavizando as fissuras.


?Não coçar a barriga durante a gravidez evita o aparecimento.?

MITO. O ato de coçar não gera as indesejáveis marquinhas. O que acontece é que o processo de ruptura da derme pode causar coceira. Como isso ocorre um pouco antes das linhas aparecerem, muitas mães se culpam por não terem aguentado um pouco mais a vontade de esfregar a região.  


?Hidratação ajuda a prevenir.?

VERDADE. O uso de cremes hidratantes ou óleo de amêndoas pode, sim, ajudar na prevenção. O ideal é aplicar o produto após o banho, fazendo movimento circulares, como se fosse uma massagem. Contudo, é importante lembrar que, a grande maioria da população tem a tendência a desenvolvê-las devido à herança genética.


?Tomar sol melhora.?

MITO. Bronzear-se não diminui, nem disfarça, tampouco, resolve o problema. Ao contrário, deixa as marcas ainda mais evidentes, graças ao contraste do branco com o tom mais escuro que a pessoa ganha com a exposição solar.