Conheça algumas doenças que provocam manchas na pele

Ter uma pele linda, sem manchas e linhas de expressão é o sonho de muitas mulheres. Porém, algumas barreiras da vida podem impedir a conquista da “pele perfeita” – existem alguma doenças que provocam manchas e até queloides na pele.

Eczemátide, uma placa esbranquiçada com descamação, semelhante a micose, é causada pela perda de gordura da pele e ressecamento. Em geral, ela surge no inverno, quando os banhos são feitos com água muito quente.

O Melasma, causado pela luz solar, alterações hormonais e hereditariedade, tem a forma de uma asa de borboleta. De cor castanha, ele surge na bochecha, na testa, no queixo e, com menor frequência, no tronco, no colo e nos braços. Já a mancha senil ou melonase solar surgem em regiões do corpo normalmente expostas ao sol. Arredondadas e pequenas, elas são menores e mais escuras do que o melasma.

A leocodermia punctata, causada por herança genética ou pela exposição solar, também é uma mancha esbranquiçada. Pequena, ela geralmente aparece na região dos braços e das pernas.

A solução, antes de mais nada, é usar e abusar dos protetores solares. Além disso, se submeter aos tratamentos estéticos também ajuda muito. O 4D, por exemplo, é um tratamento que atinge a pele em 4 dimensões: duas camadas da epiderme (mais exposta) e duas camadas da derme (abaixo da epiderme). Esse tratamento tem como finalidade melhorar as manchas e linhas de expressão e aumentar a produção de colágeno e fibras elásticas, proporcionando assim um efeito tensor.

 

O peeling promove um processo de esfoliação que produz a descamação da pele, com posterior regeneração do tecido, melhorando a textura. Ele clareia manchas, atenua rugas finas e estimula a renovação do colágeno, que dá mais firmeza a pele.

 

Ou seja, não dá para conquistar uma pele de pêssego sem se cuidar. Então não deixe de agendar uma avaliação personalizada gratuita na Onodera de sua escolha!