8 dicas para arrasar no Carnaval

Carnaval chegando é sinal de muita festa por vir! Mas não deixe que nada acabe com seu feriado e estrague esse momento de diversão. Confira a matéria do Yahoo sobre cuidados no Carnaval, com a participação da Drª Eveline, dermatologista da Onodera, falando sobre a importância do uso de filtro solar.

1. De olho nos ?mãos-leves?
Pequenos furtos são comuns durante o Carnaval, principalmente quando se aproveita a festa em blocos de rua. Maneirar na bebida é o primeiro passo para se proteger dos espertinhos. ?O grande consumo de álcool deixa as pessoas mais vulneráveis e os meliantes observam isso?, comenta o 1o. Tenente Fontana, da Polícia Militar de São Paulo. Cuidados como carregar a máquina fotográfica dentro do bolso e não pendurada no pescoço, ou levar dinheiro em notas menores, e divididas em lugares variados da roupa (evite o bolso de trás) também ajudam. ?Não leve a carteira toda, só o documento de identidade e o dinheiro, para não fazer volume. E cuidado ao usar as redes sociais no meio da folia, pois o celular te distrai e chama a atenção dos bandidos?, aconselha Fontana. Na hora de se arrumar para a folia, prefira roupas que tenham bolsos com zíper e, se for necessário levar bolsa, opte pelo menor modelo possível e use-a traspassada por dentro da roupa, assim fica fácil perceber qualquer tentativa de furto.

2. Marque um ponto de encontro com os amigos
Nada pior do que se ver sozinho no meio da folia de Carnaval, sem a menor ideia de onde estão seus amigos. Para evitar essa situação, marque um ponto de encontro assim que chegar ao local da festa. ?Escolha sempre locais bem iluminados, de fácil localização e bem movimentados. Nunca um lugar isolado, pois a pessoa pode ficar vulnerável ao crime?, indica o Tenente Fontana.

3. Saco vazio não para em pé
Já diz a sabedoria popular. Por isso, nada de pular Carnaval de barriga vazia. Alimentos como o açaí ou refeições leves com peixes e frangos, carboidratos como arroz e macarrão, muita salada, legumes e frutas são ideiais para dar energia sem atrapalhar a folia. ?Evite alimentos com muita gordura ou que estragam com facilidade, como derivados de leite, e leve na bolsa uma caixinha de água de coco e uma barra de cereal para recarregar as energias?, recomenda Paula Castilho, nutricionista clínica e diretora da Sabor Integral Consultoria em Nutrição.

4. Bebeu água?
Sol, calor, cansaço de tanto pular… Carnaval pede hidratação constante do organismo! ?Durante a folia se gasta muita energia, o corpo sua muito e por isso perde eletrólitos importantes para o organismo. A hidratação ajuda na reposição deles?, afirma Paula. O ideal é beber bastante água mineral, isotônicos, água de coco e até mesmo sucos energéticos como açaí e guaraná. E nem precisa deixar a cervejinha de lado. ?Para cada dois copos de cerveja, beba um de água para que não ocorra nem a desidratação causada pelo álcool, nem a absorção muito rápida da bebida?, indica.

5. Pele de pimentão não!
Você pode não ficar deitada sob o sol como na praia, mas o filtro solar continua indispensável para quem vai pular Carnaval de rua. ?Toda área exposta ao sol deve receber atenção, incluindo orelhas, pés e nuca, áreas frequentemente esquecidas pelos foliões?, alerta Dra. Eveline Koppan, dermatologista da Clínica de estética Onodera. Passe antes de sair de casa e reaplique a cada duas horas. Prefira um protetor solar do tipo ?para prática de esporte?, mais resistente ao suor, e na versão spray, mais fácil de aplicar. Se logo no primeiro dia a pele ficar vermelha demais, tome alguns cuidados para não perder o Carnaval. ?Utilize loções calmantes e nos próximos dias use, além do protetor, um chapéu ou outra peça de roupa que cubra essa região?, ensina Dra. Koppan.

6. Pé, meu querido pé…
Não há dúvidas de que se existe uma parte do corpo que paga os pecados de Carnaval, essa parte é o . Por isso, escolher o calçado adequado pode ser essencial para conseguir aproveitar a folia do início ao fim. ?Esqueça o salto e sapatos abertos, o ideal é usar um tênis, que além de garantir maior estabilidade ainda protege os dedos. Outra opção é um sapato baixo fechado?, recomenda o Dr. Dan Carai Maia Viola, ortopedista do Hospital Albert Einstein. Se sentir dor ou inchaço nas pernas e pés, deixe-os para o alto para aliviar. É comum também sentir dor na planta do pé após muito tempo com sapatos tipo rasteirinha. ?Nesse caso, massageie a região com um hidratante para aliviar a tensão. Se a pessoa torcer o , a dica é fazer compressas de gelo por 15 minutos, de duas a três vezes por dia, para aliviar?, ensina Viola.

7. Haja fôlego
Aviso aos sedentários: pular Carnaval de verdade é uma atividade física e tanto. Por isso, a falta de preparo pode diminuir bastante o ritmo da sua festa. A boa notícia é que ainda dá tempo de turbinar o fôlego, sem nem precisar de academia. ?Caminhadas de 30 minutos, três vezes por semana, podem garantir um bom condicionamento para a festa. Em dez minutos do treino, alterne dois minutos andando e dois minutos correndo. A cada semana, aumente o tempo de corrida em relação à caminhada, de acordo com o limite que sentir possível?, recomenda Bruno Burque, personal trainer da Academia Bio Ritmo Academia. Para preparar a panturrilha, apoie as mãos em um cabo de vassoura, fique na ponta dos pés e volte sem tocar o calcanhar no chão. Faça quatro séries de 20 repetições, três vezes por semana. Se você já frequenta uma academia, mas sente que precisa de um condicionamento físico melhor para encarar o Carnaval, peça ao professor incluir um circuito na sua rotina. ?Uma super série inclui exercícios para braço, perna e aeróbicos sem intervalo entre eles. Com menos peso e mais repetição, você garante um bom condicionamento físico?, explica Burque.

8. Contra a outra ressaca
No meio da diversão, pode ficar um pouco difícil controlar os gastos. Mas lembrar que nem tudo acaba em Carnaval é importante para evitar uma ressaca econômica pós folia. ?Coloque um limite de quanto pode gastar por dia e leve apenas essa quantia, em dinheiro, dividida em vários bolsos, pois assim se perder alguma parte, o prejuízo é menor?, indica Roberto Brito de Carvalho, professor da Faculdade de Ciências Econômicas da PUC-Campinas. O quanto do seu orçamento você deve comprometer com o Carnaval depende mesmo da renda e do quanto você valoriza esse entretenimento. ?O importante é aproveitar estas semanas antes do Carnaval para planejar os gastos com calma, e não deixar para pensar em como vai pagar depois?, comenta.

Fonte: Yahoo